terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Gente, não que eu não goste de criança, mas tem dias que só por Deus, viu!
É um tal de "olha o que a Helena fez!" seguido de "aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa"(bem fininho, de doer o ouvido), seguido de alguns grunidos(Tavinho resmungão)e mais gritos.
Nessa altura eu chamo a atenção
-Vamos parar com essa gritaria!
-Mas a Helena pegou meu carrinho
-Tu tem mais um monte! Divide com ela
(grunidos)
Dali q pouco
-Manhê, olha a Helenaaaaa!(mais grunidos)
-aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa(finiiiiinho)
Nessa altura do campeonato, eu ja acabei com meu estoque de paciencia e vou acabar com a guerra...recolho os brinquedos e boto todo mundo sentado no sofá. E ai de quem sair dali!
Eu juro que quando eu era jovem, linda e solteira(o João diz que eu era lindinha)eu não queria filhos!
Olha como as coisas mudam!
Quando eu comecei a namorar o João, eu pensei em ter um neguinho.O tempo passou e eu achei que seria boa ideia ter mais de um.Houve dias em que eu pensei em tres.
Papai do céu, me protege dessa sina.Dois já tá bom demais!
Eu amo meus filhos e ninguem ouse duvidar.
Mas tem dias que sinceramente...eu teria esperado mais para te-los.
Minha nossa, minha paciencia acaba rápido demais...Talvez a maturidade tivesse me ajudado, ou a dificuldade tem te-los, não sei.O fato é que tem dias que eu queria fugir!
Claaaaaaaaaaaaaaaaaro que esse sentimento muda depois de beijos babadinhos, abraços suadinhos e danças em frente a tv.
E eu me sinto pessima com esses pensamentos.
"Não queria ter tido filhos"
"Deveria ter esperado mais"
"Deveria ter tido apenas um"
Eu me sinto muito mal quando essa barbaridades passam na minha cabeça.Que tipo de mãe pensa uma barbaridde dessas?
-Se nãos os tivesse, minha vida seria sem graça...amo meus Pingos e meus horizontes seriam outros, meu foco seria outro...e muito provavelmente meu marido não seria o João, porque anes de noivar faziamos planos de ter 2 filhos, um casal...
-A descoberta que Tavinho estava a caminho foi providencial na minha vida...eu estava tão sem chão que estava pensando em coisas piores...eu digo sempre que estou aqui por causa dele.
-Se tivesse apenas um, qual seria?Não tem como saber.E eu sentira falta do outro.
Este post é apenas um ataque descontrol de uma mãe que as vezes acha que não tem condições de segurar o rojão.
As vezes é bom botar pra fora esses pensamentos malucos pra ver se eles somem da minha cabeça.
Tem dias que eu acho que eu não sei ser mãe, tem dias que eu acho que nem uma leoa defenderia a cria como eu, vai entender?
Tem dias que eu respiro aliviada ao deixar os dois na escolinha, tem dias que a casa fica chata e vazia sem eles.E eu busco mais cedo só pra fazer bolinha de sabão com eles.E escutar risadinhas e risadonas, ver a minha duplinha correndo pela selva, ops, gramado, suados feito bichinhos e depois dar aquele banho bem esfregado e cheirar cangotes perfumados. Tem dias que eu empurro essa tarefa pro João...
Tem dias que eu quero me trancar no quarto.
Tem dias que uma trouxa de roupa parece mais interessante.
Tem dias que a casa podia pegar fogo que eu não desgrudo deles...(pegar fogo no sentido de bagunça total, ok?)
Coisas de mãe com mega TPM, só pode!

Photobucket

Um comentário:

Thais disse...

Own tia!! Que lindo (': Acho que se eu fosse mãe eu concordaria contigo em cada palavra.. Quem sabe daqui uns anos eu poste algo parecido no meu blog, hahaha
e ah. eu me derreti toda vendo eles pela web aquele dia. mas. haja ouvido. huahua